Coronavírus e a liberação do acesso

Liberamos o acesso por 20 dias



Como todos sabem, a Organização Mundial de Saúde, declarou no último dia 11 de março, que a rápida expansão do novo coronavírus (Covid-19) pelo mundo, caracteriza uma pandemia. Com isso, governos em vários países do mundo, inclusive no Brasil, passaram a adotar medidas preventivas, voltadas a retardar ou diminuir a capacidade do vírus de se proliferar.

Muitas empresas e instituições têm, voluntária ou mediante determinação do governo, cancelado eventos nos quais possam existir alguma aglomeração. Além disso, as autoridades de saúde têm aconselhado que as pessoas fiquem em suas casas, evitando locais com aglomerações.

Neste aspecto, é indiscutível que nesse momento o melhor a se fazer é adotar todas as medidas possíveis, com o objetivo de cuidar da própria saúde e da saúde daqueles que amamos, sobretudo, os mais vulneráveis como idosos ou pessoas com alguma doença pré-existente.

Diante de fatos tão inesperados e dramáticos, nós da Rede de Ensino Sophia nos juntamos a todos aqueles que estão optando por ficarem em suas casas, zelando por sua saúde. E diante disso, tomamos a decisão de abrir o acesso a todos* os nossos cursos e materiais, como forma de contribuir com aqueles que querem e sabem da necessidade de continuarem estudando. Também é a forma que encontramos de incentivar as pessoas a permanecerem em suas casas.

Nossos cursos e materiais ficarão com acesso aberto e inteiramente gratuito, por exatos 20 dias. Nenhum aluno, neste período, precisará nos pagar qualquer valor, todo o acesso e uso de nossa ferramenta, será inteiramente gratuito. Com isso, acreditamos que estamos somando forças com o restante do país e evitando que consequências mais drásticas nos ocorram.

Portanto, se você optou por se recolher em casa, sinta-se à vontade para usar nossa ferramenta e continuar seus estudos.

Clique aqui, escolha um dos nossos cursos e comece a estudar.

Att.,

Sérgio Nunnes - Diretor da Rede de Ensino Sophia








*Exceto o curso de questões inéditas de legislação PM e CBMTO.

Voltar ao topo